O vereador Afrânio Boppré (PSOL) apresentou seu primeiro projeto de lei de 2018 ainda em janeiro. O parlamentar propôs nomear o conjunto de aproximadamente 30 ilhas e ilhotas do município de Florianópolis como “Arquipélago de Ondina”. O objetivo do projeto é fazer um resgate da história da cidade.

Para Afrânio, nomear o conjunto de ilhas do município como “Arquipélago de Ondina” representa um resgate da história da cidade. Ao mesmo tempo, pode ser um elemento para estimular o turismo e ainda para políticas de proteção ambiental que abranjam o arquipélago.

História

Originalmente denominada como “ilha de Santa Catarina”, Florianópolis já foi conhecida como “Ilha do Desterro” e “Desterro”. Quando se cogitou a mudança do nome da cidade, o poeta Virgílio dos Reis Várzea sugeriu o nome Ondina, em referência a uma deusa da mitologia que protege os mares.

Na crença, Ondina (também chamado de Ondim) é um espírito da natureza que vive em rios, lagos e mares, normalmente associado à forma de Sereia. São elementais da água.As ondinas aparecem em obras como “A Ondina do Lago“, de Teófilo Braga ou nas poesias de Luis de Camões.

O nome foi descartado até que, com o fim da Revolução Federalista, em 1894, o governador do estado, Hercílio Luz, mudou o nome para Florianópolis.

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>