A Prefeitura de Florianópolis decidiu iniciar o processo de escolha dos membros do Conselho da Cidade. A existência do Conselho é prevista em Lei Federal e Municipal, mas até agora, estava na geladeira. O Conselho é um instrumento de gestão democrática onde se deve debater a promoção do desenvolvimento urbano da cidade, com representação de diversos setores do município.

Há evidentes problemas na proposta de Gean, como por exemplo, a representação. Os setores empresariais serão contemplados com três vezes mais cadeiras do que os sindicatos de trabalhadores. Por quê? A eleição dos conselheiros, prevista para março, demanda uma documentação extensa, cadastro de pessoa jurídica, entre outros elementos que podem dificultar a participação da sociedade.

“Tenho dúvidas sobre o interesse de Gean em valorizar a gestão democrática da cidade. Creio que com seu descompromisso e o do seu Partido com a democracia, o Conselho seja mera formalidade e que se transforme ou num clube de amigos ou esquecido, fraco e abandonado”, avaliou o vereador Afrânio.

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>