A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados apresentou emenda exigindo que seja realizado um referendo sobre a recente Reforma Trabalhista do governo Temer. O objetivo é que a população se manifeste sobre as mudanças feitas na legislação.

A emenda foi apresentada à Medida Provisória enviada por Temer para alterar pontos da própria reforma. Na tentativa de atropelar a oposição, o governo enviou a MP um dia antes do feriado do dia 15/11, dificultando a apresentação de emendas. No entanto, o tiro saiu pela culatra. A MP recebeu um número recorde de emendas – inclusive a do PSOL.

Apoio popular

Para o PSOL, todas as alterações da reforma devem ser colocadas à prova. A população deve se manifestar sobre elas. A Reforma Trabalhista alterou mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O resultado é um ataque histórico aos direitos dos brasileiros e brasileiras.

A MP, por sua vez, não cumpre o prometido: diz que altera a reforma para corrigir “distorções”, mas mantém os principais pontos que retiram direitos para agradar o mercado.

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>